› INSTRON - Dúvidas

IMPLANTES DENTÁRIOS


O que são Implantes Dentários?

Implantes dentários osseointegráveis são parafusos confeccionados em titânio puro que podem ser colocados dentro dos ossos maxilar e mandíbula, funcionando como fixação para diferentes tipos de próteses dentárias: de um único dente, de vários dentes, ou até mesmo de todos os dentes. Os pacientes costumam confundir implantes com próteses fixas. Na realidade, implantes servem para substituir as raízes dos dentes, em situações de perda ou impossibilidade de aproveitamento delas.


Qualquer paciente pode receber implantes?

Praticamente todos os pacientes, em bom estado geral de saúde, podem receber implantes dentários. Alguns fatores podem influenciar, negativamente, no sucesso do tratamento, mas não o contra indicam, como por exemplo, o fumo e o diabetes. O procedimento de implantação oral, como todo ato cirúrgico, exige, portanto, uma prévia avaliação médica do paciente.


É preciso algum tratamento antes de colocar os implantes?

Em alguns casos, sim. Deve-se eliminar qualquer processo infeccioso pré-existente na cavidade oral, ou seja, realizar, anteriormente à implantação, tratamentos periodontal (gengival) e endodôntico (canal), e extraçôes de dentes com focos de infecção. Todos esses aspectos fazem parte de um planejamento inicial, realizado pelo profissional, e que deve ser discutido abertamente com o paciente antes do início do tratamento.


Dói muito para colocar os implantes?

Não. Obviamente, como se trata de um procedimento cirúrgico, um certo edema (inchaço) é esperado, especialmente nos primeiros cinco dias do pós-operatórios. O edema é tanto maior quanto maior é o porte da cirurgia. Cirurgias de enxerto ósseo costumam provocar maior trauma. Entretanto, existem medicações específicas para o controle da inflamação pós- operatória, como: antiinflamatórios, antibióticos e analgésicos, que o cirurgião poderá prescrever em caso de necessidade.


Em qualquer idade pode ser colocado implante?

Após a fase de crescimento da face, isto é, acima dos 18 anos, os implantes podem ser colocados em pacientes de qualquer idade, desde que estes não apresentem patologias que os contra-indiquem.


CLAREAMENTO DENTAL CASEIRO


A partir de qual idade os dentes podem ser clareados?

È aconselhável que o clareamento seja feito após os 16 anos de idade. A partir daí, qualquer pessoa pode ter seus dentes clareados, desde que estes estejam íntegros e sem muitas restaurações, e o dentista tenha feito uma boa avaliação da condição dental do paciente


Como posso clarear meus dentes?

Os dentes podem ser clareados de duas maneiras, através do gel clareador:

- No consultório o dentista isola os dentes para proteger a gengiva e aplica o gel clareador de uso exclusivo em consultório.

- Em casa (clareamento doméstico), o paciente, sob orientação do dentista e por período aconselhado por este , aplica o gel com o auxílio de uma moldeira confeccionada pelo profissional.


Posso fazer sozinho ou precioso ir ao dentista?

Nenhum tratamento clareador deve ser utilizado sem orientação profissional. Sempre deve haver monitoramento do dentista. O profissional esclarecerá ao paciente a técnica de clareamento mais indicada para o seu caso específico.


Como funciona o clareamento dental?

As moléculas do gel penetram na intimidade do esmalte “quebrando” as moléculas dos pigmentos causadores de manchas, liberando-as.


Os produtos usados no clareamento são seguros à saúde geral?

Sim. Os produtos devem ser industrializados, pois as empresas que fabricam o gel clareador estão respaldadas por pesquisas, testes, experiências, atendimento profissional e domínio da composição.


O dente clareado fica enfraquecido?

Não. A estrutura dentária não é afetada.


Quais as contra-indicação do clareamento doméstico?

Por precaução, deve-se evitar o tratamento em gestantes e lactantes, e em pacientes que apresentam reação alérgica comprovada ao produto. Estes devem descontinuar sua utilização.


O Clareamento altera as restaurações já existentes?

Não. O paciente deve ser informado de que talvez tenha que trocar as restaurações existentes, pois, estas não sofrem a ação dos clareadores e, por isso, parecerão mais escuras em comparação aos dentes clareados, causando desarmonia estética.